Carteira recomendada de ETFs para 2023

Acompanhamento #2 (30 Dez 2022 - 28 Fev 2023): +1.87% da carteira, contra -1.36% do iBovespa, +3.82% do S&P 500 e -2.54% do dólar.

Carteira Passiva de ETFs da B3/BOVESPA para 2023

Construída com ETFs

Tenha uma carteira passiva e diversificada, entre diferentes classes de ativos, moedas e geografias, utilizando ETFs negociados na própria B3.

Perfil Agressivo

Carteira voltada para investidores de perfil agressivo, visto que a carteira aloca 60% em renda variável, incluindo 2% de exposição em criptomoedas.

Rebalanceamento

Este relatório não contempla rebalanceamento, mas isso pode ser feito comprando mais do ETF (ou ETFs) com percentual atual abaixo da alocação inicial.

Rentabilidade: +1,87% em 28/02/2023 (contra +1,15% da minha* própria carteira passiva).

40% em Ações Internacionais:

  • SPXI11, ETF do Itaú negociado na B3 que segue o índice S&P 500 da Bolsa de Nova Iorque. 
Taxa de administração total de 0.21% ao ano (a menor entre ETFs do S&P 500). Sujeito à variação cambial.
Justificativa: Ficar exposto às 500 empresas norte-americanas, mas com exposição indireta aos mercados globais, e com proteção contra a desvalorização do Real.
Performance: +1.25% no ano.

40% em Renda Fixa:

  • LFTS11, ETF da Investo que replica um índice com uma cesta de títulos Selic do Tesouro Direto.
Taxa de administração de 0.19% ao ano. 
Justificativa: Ficar exposto à renda fixa brasileira.
Performance: +2.16% no ano.

18% em Fundos Imobiliários:

  • XFIX11, ETF da XP que segue o índice IFIX-L de fundos imobiliários. O IFIX L é um índice de retorno total que acompanha o desempenho médio das cotações dos fundos imobiliários mais líquidos negociados nos mercados de bolsa e balcão organizado da B3.
Taxa de administração de 0.30% ao ano. 
Justificativa: Ficar exposto ao mercado imobiliário, a partir de um ETF com baixa volatilidade, ainda que sem o pagamento de proventos diretamente ao cotista, mas com redistribuição nas próprias cotas deste ETF.
Performance: -1.19% no ano.

2% em Criptomoedas:

  • 1% em QBTC11, ETF da QR Capital que segue o índice CME CF Bitcoin Reference Rate, constituído exclusivamente de Bitcoin (BTC). Taxa de administração de 0.75% ao ano. Sujeito à variação cambial.
  • 1% em QETH11, ETF da QR Capital que segue o índice CME CF Ether Reference Rate, constituído exclusivamente de Ether (ETH).  Taxa de administração de 0.75% ao ano. Sujeito à variação cambial.

Justificativa: Ficar exposto às duas principais criptomoedas do mercado, e com taxa de administração mais baixa do que o HASH11, ETF com uma cesta de criptoativos.
Performance QBTC11: +38.08% no ano.
Performance QETH11: +32.45% no ano.

O QUE SÃO ETFs E QUAIS SÃO AS VANTAGENS?

*QUEM SOMOS:

TRENDSET Educação Financeira.
www.trendset.com.br
Curitiba, PR, Brasil
CNPJ: 04135250/0001-90
arthur@trendset.com.br
+64 212284022
Podcast: anchor.fm/TRENDSET

©2000-2023. Todos os direitos reservados.

CONTATO:

TRENDSET Educação Financeira.
www.trendset.com.br
Brasil
Podcast: anchor.fm/TRENDSETtwitter: @ArthurVallePhD
©2000-2024. Todos os direitos reservados.

Isenção de responsabilidade: As informações neste site são fornecidas apenas para fins educacionais. A TRENDSET não assume qualquer responsabilidade por fornecer aconselhamento jurídico, de investimentos ou outra recomendação profissional e se isenta de qualquer responsabilidade decorrente do uso das informações. Se você precisar de aconselhamento jurídico, de investimentos ou outro aconselhamento especializado, você deve procurar assistência de um profisional autorizado.